quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Cuba sai na frente com primeira vacina contra câncer de pulmão



Cuba acaba de registar a primeira vacina terapêutica contra o câncer de pulmão, tumor de alta frequência mundial e que mais mata em todo o planeta. Denominada CimaVax EGF, já foi administrada em mais de mil pacientes.
s resultados permitiram concluir que a vacina é capaz de prolongar e melhorar a vida dos pacientes em etapas avançadas da doença, contribuindo para transformar o câncer avançado em uma “doença crônica controlável”, afirma Gisela González, do Centro de Imunologia Molecular – Havana.
A vacina é resultado de dezesseis anos de investigação direcionada ao tumor. A vacina não provoca reações adversas severas e baseia-se em uma proteína que todos temos - o fator de crescimento epidérmico – que está relacionada com os processos de proliferação celular, que na presença do câncer tornam-se descontrolados.
O produto injetável está entre as quatro vacinas terapêuticas, com registro sanitário, contudo, é a primeira destinada ao tratamento do câncer de pulmão.
A vacinação é iniciada no momento que o paciente conclui seu tratamento, com radioterapia e/ou quimioterapia e é considerado sem outras alternativas terapêuticas. A vacina, então, pode ser administrada como um tratamento crônico, de manutenção, porque ajuda a controlar o crescimento do tumor sem toxicidades associadas, o que torna maior a expectativa e melhora a qualidade de vida do paciente.
Tendo obtido seu registro em Cuba, atualmente, o medicamento avança para outros países avaliando a possibilidade de vir a ser empregada no tratamento contra outros tumores como próstata, útero e mama. Com informações do Instituto Brasileiro de Cancerologia Torácica.
Fonte: Noticias ao Minuto
← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 comentários:

Postar um comentário